quinta-feira, 20 de julho de 2017

BARREIRAS: Incêndio atinge vegetação no distrito industrial
Um incêndio de grande proporção atingiu uma área de vegetação no distrito industrial de Barreiras, no Norte da Bahia, na noite desta quarta-feira (19). Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo foi visto por um morador da região que se assustou com a rápida propagação das chamas e acionou os bombeiros militares. O combate às chamas se estendeu até o início da madrugada desta quinta-feira (20). 

O esforço dos bombeiros militares do 17° grupamento evitou que casas e animais fossem atingidos. Apesar de o fogo estar controlado, devido à grande quantidade de vegetação seca existente no local, os bombeiros não descartam a possibilidade de surgirem novos focos de incêndio. Não há informações sobre o que provocou o fogo.
CONCEIÇÃO DO JACUÍPE: TCM pune prefeita por ilícitos em aluguel de carros
A prefeita de Conceição do Jacuípe, Normélia Correia, foi punida nesta quarta-feira (19) pelo Tribunal de Contas dos Municípios por conta de irregularidades na contratação de prestação de serviços de aluguel de carros no ano de 2013 ao custo de R$ R$ 140,9 mil. O tribunal de contas determinou ainda a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra a gestora. O relator do processo, conselheiro Plínio Carneiro Filho, em voto acompanhado pelos demais conselheiros, determinou o ressarcimento de R$ 57,1 mil aos cofres municipais, com recursos pessoais e aplicou multa de R$ 5 mil.

 A relatoria constatou que a contratação da empresa Bela Transporte e Turismo ocorreu de forma irregular, vez que não foram demonstrados os requisitos indispensáveis para a realização de dispensa de licitação fundamentada em situação de emergência. "O sucateamento da frota de veículos e máquinas pertencentes ao município é fruto da desídia e pouco caso com a boa gestão dos recursos públicos e não de situação calamitosa capaz de justificar a aplicação da regra excepcional", observou Carneiro Filho. 

 Além disso, a gestora não teria apresentado "qualquer documento com o quantitativo e as características dos veículos locados e com a análise das condições de habilitação jurídica e regularidade fiscal da empresa contratada". Também foi verificado o pagamento em valor superior ao contratado de R$ 20.227,48 e aditivo contratual promovido em desacordo com as normas previstas na lei de licitação e contratos, acrescido do indevido pagamento do valor de R$ 36.955,00 por serviços não prestados, o que exige o ressarcimento ao erário do valor de R$57.182,48. Ainda cabe recurso da decisão.
SALVADOR: Número de adolescentes apreendidos em assalto a ônibus dobrou em 2017
O número de adolescente apreendidos em assaltos a ônibus em Salvador mais que dobrou no primeiro semestre de 2017, se comparado ao mesmo período do ano passado. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), do dia 1º de janeiro até o dia 18 de julho deste ano, 29 adolescentes foram apreendidos cometendo esse tipo de infração. No ano passado foram 12 casos. 
A titular da Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), Claudenice Mayo, acredita que a falta de perspectiva de vida e a facilidade que os jovens têm em conseguir uma arma de fogo ajuda a aumentar a criminalidade. 

"Eles (adolescentes) estão cometendo atos infracionais mais graves de modo geral, não apenas assalto a ônibus. O número de roubo a carros praticados por adolescentes também cresceu. Está cada vez mais fácil eles terem acesso a uma arma de fogo e isso somado ao destemor da juventude resulta nesses números. São jovens que estão envolvidos com a violência desde cedo, em famílias desestruturadas e sem perspectiva de vida", afirmou.

A delegada pontou que a flexibilidade da lei, que é mais branda quando o crime é cometido por adolescentes, pode ser outro fator que explica o aumento da criminalidade nessa fase da vida. Segundo os dados da SSP, o número de assaltos a ônibus em 2017 foi quase 20% maior que em 2016, até o momento. Foram 194 inquéritos no ano passado e 246 esse ano. A quantidade de prisões em flagrante também aumentou, em 14%, nos sete primeiros meses do ano. 
Casos
No dia 6 de junho, uma terça-feira, cinco adolescentes foram apreendidos e um adulto foi preso em flagrante enquanto assaltavam um ônibus metropolitano que fazia a linha Terminal da França x Simões Filho. O roubo aconteceu na Avenida Afrânio Peixoto, na Suburbana, em Salvador. O grupo já tinha feito dezenas de assaltos a ônibus na capital, três apenas naquela semana. 

No dia 1º de junho um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de participar de uma tentativa de assalto contra o delegado Rusdenil Franco Lima. O policial estava dirigindo pela Ligação Paralela Iguatemi (LIP) quando foi surpreendido por dois assaltantes em uma motocicleta. O delegado reagiu a abordagem e foi baleado no braço. A esposa dele, que estava no banco ao lado, também ficou feridas. Os criminosos foram presos naquela mesma semana. 
No dia 31 de maio dois adolescentes, ambos de 15 anos, foram espancados por passageirosdepois de assaltarem um ônibus na Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô), em Salvador. Um dos jovens estava com um revólver calibre 32 quando anunciou o assalto, mas foi dominado por um dos passageiros. Os dois adolescentes foram socorridos para o Hospital Geral do Estado e um deles deu entrada na unidade em estado grave.

No dia 30 de maio, uma terça-feira, dois adolescentes, de 15 e 17 anos, foram apreendidosapós roubarem o ônibus da empresa Consórcio Salvador Norte, que fazia a linha Estação Mussurunga X Praia do Flamengo. Eles foram presos na região de Itapuã e a polícia encontrou os pertences dos passageiros com os dois jovens, além de uma faca tipo peixeira usada para ameaçar as vítimas.

No dia 29 de março, uma quarta-feira, um adolescente de 17 anos e um comparsa de 21 anos roubaram e mataram o estudante Claudson Alberto Silva Júnior, 15, quando a vítima chegava da escola. O crime aconteceu na Rua Tenente Pires Ferreira, na Barra, em frente ao prédio onde o jovem morava. O adolescente assumiu que foi ele quem deu os dois tiros que mataram o estudante.
(Correio)
FEIRA DE SANTANA: Mais um homicídio registrado no conjunto George Américo
Mais um homicídio foi registrado no conjunto George Américo, em Feira de Santana. Segundo a polícia, Diego de Almeida Borges, 26 anos, foi morto a tiros na Rua B1 ao ser atingido nas costas, tórax, rosto e pernas.

Os tiros foram disparados por homens ainda não identificados. Ainda segundo a polícia, Diego de Almeida residia na Rua B1, no mesmo conjunto, e já esteve preso em abril deste ano após ser flagrado com um revólver calibre 38 com 16 munições, além 30 'buchas' de maconha, dois celulares, um tablet e rádio comunicador sintonizado na mesma frequência utilizada pela polícia.

A autoria e o motivo do assassinato estão sendo investigados. Este é o segundo homicídio registrado no George Américo em 24 horas. As duas vítimas possuiam passagens pela delegacia.(Acorda Cidade)
CASTRO ALVES/ CONCEIÇÃO DO ALMEIDA: São contemplados com o TOPA
Lamentavelmente o Governo Federal reduziu de 120 mil para 15 mil a meta do programa TOPA – Todos pela Alfabetização. Com essa redução de 87,5%, no Estado da Bahia somente 112 municípios foram contemplados com a 10ª etapa do programa.

Na região da abrangência do NRE21, apenas dois municípios foram comtemplados: Uma escola municipal e uma Associação em Castro Alves, e uma Associação em Conceição do Almeida, ambos os municípios no Recôncavo Baiano.

Podem participar jovens acima de 15 anos, adultos e idosos. As inscrições estão sendo feitas até o dia 30 de julho nas secretarias de educação dos municípios que aderiram ao programa. Para se matricular basta levar o RG ou CPF. As aulas começam no dia 7 de agosto. (Tribuna do Recôncavo)
SALVADOR: Por falta do Centro de Convenções a Prefeitura estimula turismo de lazer
Enquanto o turismo de negócios da Bahia sofre com a falta do Centro de Convenções, a prefeitura de Salvador busca alternativas para reverter a ociosidade dos leitos da capital e aposta no turismo de lazer para alavancar a venda do destino Salvador. Eventos de grande porte, como o Réveillon, colocaram a cidade no centro dos destinos preferidos para a época. No último ano, a festa alcançou uma ocupação hoteleira de 95%, superando o Carnaval (93%). 

Segundo o secretário municipal de Cultura e Turismo (Secult), Cláudio Tinoco, com a perda do fluxo do turismo de negócio, a alternativa foi explorar mais o turismo de lazer com requalificação da orla e aposta nos eventos de grande porte. 

“O que nós temos é uma consequência pontual da perda do Centro de Convenções. O prejuízo foi causado pela perda desse fluxo. As obras de requalificação e a intensificação de eventos de grande porte seguraram a venda do destino Salvador”. 

Ainda de acordo com Tinoco, a expectativa é promover a cidade durante todo o ano. “Agora que conseguimos consolidar os eventos de grande porte e provocar picos de hospedagem no período em que essas festas acontecem, o que mais importa é desenvolver uma promoção de Salvador mais permanente e perene”. Na virada do ano, foram cinco dias de festa na Praça Cayru, no Comércio, comandada por 29 atrações e cerca de 300 artistas. Só no último dia, mais de meio milhão de pessoas passaram pelo local. A previsão da prefeitura é que o Réveillon mude de endereço em 2018, a fim de ampliar ainda mais a dimensão do evento.

Com a possibilidade de transferência para a área do antigo Aeroclube, a decisão vem junto com o crescimento gradativo da festa que atingiu recorde de público na última edição e se tornou uma das principais apostas do calendário do Verão de Salvador.
SALVADOR: Mala com 150 smartphones é apreendida
Uma mala com 150 smartphones da marca Samsung foi apreendida pela Receita Federal no Aeroporto Internacional de Salvador na semana, e a procedência da bagagem está sendo averiguada pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR).

A mala foi pega após passagem pelo aparelho de Raio X. O proprietário da bagagem chegou num voo de São Paulo e, no momento da apreensão, estava sem a nota fiscal do produto. Além disso, a versão do suspeito caiu em contradição após a apuração da polícia.

“Começamos a investigar o caso nesta terça-feira e a nota fiscal, apresentada pelo dono do material na delegacia, estava com data posterior à da apreensão. Outro detalhe é que checamos o local em São Paulo onde ele teria comprado e a empresa não trabalha com venda de celulares”, contou a delegada Carla Ramos, titular da DRFR. Os modelos dos aparelhos apreendidos variam entre R$ 500 e R$ 3,2 mil.

Ainda de acordo com a delegada, existem algumas linhas de investigação. “O material pode ser fruto de roubo de carga ou falsificações. Trabalhamos, a princípio, com estas duas hipóteses. Entramos em contato com a empresa para checarmos o número de série dos aparelhos e falamos também com algumas lojas que trabalham com este tipo de produto”, contou.
(Metro1)

quarta-feira, 19 de julho de 2017

ARAÇÁS: MP-BA instaura cinco inquéritos para apurar irregularidades na gestão de prefeita
O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) instaurou nesta terça-feira (18) cinco inquéritos civis contra a prefeita reeleita do município de Araças, Maria das Graças Trindade Leal (PT). Os inquéritos são da subárea de "Defesa da Moralidade Administrativa e do Patrimônio Público" e foram publicados no Diário da Justiça de quarta.

 O procedimento trata da apuração do suposto uso particular de um bem público em 2016; da prática de nepotismo na atual gestão; da ilegalidade do procedimento licitatório nº 002/2015 para construção de praças e quadras poliesportivas em Araçás e também de irregularidades na contratação de serviços de locação de veículos e transporte escolar de 2013 a 2016. (BN)
SALVADOR: Registra 246 roubos a ônibus em sete meses
O número de assaltos a ônibus em Salvador aumentou entre janeiro e julho deste ano se comparado ao mesmo período do ano passado. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), foram instaurados 246 inquéritos sobre esse tipo de crime de 1º de janeiro até está terça-feira (18). Deste total, 234 processos foram encaminhados para a Justiça. Em 2016, foram 194 inquéritos.

A quantidade de armas de fogo apreendidas também aumentou. Segundo os dados da SSP, o número passou de 14 em 2016, para 26 em 2017. O número de presos em flagrante cometendo este tipo de crime também subiu 14%. A polícia acredita que o endurecimento das leis que regem esta modalidade criminal poderia ajudar a diminuir o número de assaltos.
Nesta terça-feira (18), dois homens suspeitos de tentar assaltar dois coletivos foram espancados pelos passageiros. O primeiro caso aconteceu na linha Santa Cruz x Barroquinha, na Avenida ACM, por volta das 17h. Policiais militares que passavam pela região perceberam o assalto, entraram no coletivo e renderam o bandido. O homem foi baleado depois de dar um soco no rosto de um dos PMs e tentar pegar a arma do militar. O suspeito tem 35 anos, mas ainda não foi identificado.

Nesse mesmo horário, no Nordeste de Amaralina, Ednei Carvalho Neves Júnior, 20, e Rodrigo Moisés do Nascimento Santos, 23, foram presos depois de serem espancado pelos passageiros do ônibus que fazia a linha Lauro de Freitas x Lapa. As vítimas fizeram sinal para uma viatura da Polícia Militar que passava no momento e os dois homens foram presos em flagrante.

Assaltos
No dia 5 de julho, uma quarta-feira, Fernando Moraes Junior, 27, foi preso em flagrante na Avenida Suburbana, no Lobato. Segundo a polícia, ele estava assaltando um ônibus em que estavam investigadores disfarçados do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc). Fernando foi levado para a sede do Gerrc, pela sexta vez, pelo mesmo crime.

No dia 31 de maio três homens foram presos e dois adolescentes apreendidos por roubos a ônibus, num intervalo de tempo de dez horas, em Salvador e Região Metropolitana (RMS). Renivaldo Rocha dos Santos foi flagrado no momento em que tentava roubar pedestres em um ponto de ônibus. Ele confessou para a polícia assalto a coletivos da região. A SSP divulgou, na época, que foram apreendidos dois revólveres calibre 38, munições e uma faca tipo peixeira com os suspeitos, além dos pertences das vítimas.

No dia 29 de maio, uma segunda-feira, um soldado da Polícia Militar foi baleado dentro de um ônibus intermunicipal que seguia para Feira de Santana. O militar estava à paisana quando três homens anunciaram o assalto. O PM reagiu e houve uma troca de tiros dentro do coletivo. Um dos suspeitos também ficou ferido e foi preso. Cerca de 40 dias depois outro suspeito de participar do crime foi preso. O caso ocorreu no viaduto do Acesso Norte, próximo ao Shopping Bela Vista.

No dia 24 de maio, uma quarta-feira, o auxiliar industrial Alexandre de Jesus Silva, 28, morreu depois de ser baleado no braço e na perda durante um assalto a ônibus. Dois homens entraram no coletivo Vista Alegre/Lapa e anunciaram o assalto. Alexandre tentou esconder o celular, mas um dos bandidos percebeu e atirou no jovem. O disparo assustou o motorista. Ele perdeu o controle do ônibus e bateu no coletivo que estava parado à frente. Os bandidos aproveitaram o acidente e fugiram. O crime aconteceu no viaduto em frente ao Sesc Aquidabã, por volta das 18h.
Quatro dias antes, no dia 20 de maio, um sábado, o zelador Eneas Santos Santana, 21, também foi assassinado depois que dois homens entraram no ônibus, de linha Mussurunga x Barra, e anunciaram o assalto. Eneas esperou os bandidos descerem do coletivo e correu atrás dos suspeitos. O assaltado esfaqueou o zelador divesas vezes. Eneas era o terceiro de oito irmãos. O único que trabalhava com carteira assinada e ajudava a sustentar a família. O crime aconteceu na Avenida Paralela, na altura do Shopping Paralela, sentido rodoviária. Um suspeito foi preso.

No dia 5 de maio, uma sexta-feira, o pintor Djalma Paixão Ferreira, 42, foi baleado e morto depois que três homens entraram no ônibus em que ele estava e anunciaram o assalto. Os passageiros dominaram dois dos assaltantes, mas o terceiro bandido estava armado e fez o disparo que acertou as costas de Djalma.

O crime aconteceu por volta das 6h, na região do Wet'n Wild, embaixo do viaduto que dá acesso à Avenida Orlando Gomes, na região do Bairro da Paz. Um dos assaltantes, Lucas Mateus dos Santos Costa, 20, foi preso dois meses depois e assumiu autoria do latrocínio, e outros cinco roubos. Ele foi flagrado assaltando passageiros de um micro-ônibus na Estrada Velha do Aeroporto. 




No dia 6 de abril, uma quinta-feira, duas mulheres foram arremessadas de um ônibus em movimento na avenida Mario Leal Ferreira (Bonocô) durante uma tentativa de assalto ao coletivo. A polícia contou que Tainá Cardoso dos Santos, 18 anos, moradora de Cosme de Farias, e Ivoneide Almeida dos Santos, 21, estavam com um homem tentando assaltando o coletivo quando foram rendidas pelos passageiros e arremessadas do veículo. As duas mulheres foram presas e o outro suspeito conseguiu fugir.


(Correio)
SALVADOR> Aluna é assaltada e agredida dentro de estacionamento da Ufba na Federação
Dois homens armados agrediram e roubaram o carro de uma estudante da Universidade Federal da Bahia (Ufba), no estacionamento da Faculdade de Arquitetura, na Federação, na noite desta segunda-feira (17). De acordo com a vítima, que não quis se identificar, o assalto aconteceu por volta das 21h30, quando ela se preparava para ir embora. 

Ainda de acordo com a estudante, que cursa o sexto período do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades (BI), ela voltava de uma aula no PAF6, ao lado da Faculdade de Arquitetura, e se preparava para sair, quando um homem abriu a porta traseira do veículo, sentou no banco do carona e anunciou o assalto.

"Eu tinha acabado de entrar e estava passando uma mensagem no celular. As portas ainda estavam destravadas quando o homem entrou gritando: 'passa tudo, passa tudo'. Eu fiquei desesperada e comecei a chorar", conta a estudante.

Ainda de acordo com ela, logo em seguida, um outro homem abriu a porta do motorista. Foi nesse momento que a estudante foi agredida com uma coronhada na cabeça pelo homem que estava no carona. "Foi rápido, quando eu pensei em ter uma reação fui surpreendida com o impacto da arma".


Após ter o carro levado pelos bandidos, a estudante pediu ajuda ao pai de um aluno que aguardava a saída do filho no estacionamento do campus. Além do veículo, foram levados também o celular, documentos e livros da jovem. "Eu queria muito dizer que não, mas, desde que pisei os pés na Ufba, nunca me senti segura. Sempre imaginei que isso poderia acontecer comigo, como acontece com tantos outros estudantes", lamenta.

Após o crime, a jovem foi levada pelo pai do aluno até sua casa. De lá, ela procurou a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), no Iguatemi, onde registrou a ocorrência. A assessoria de comunicação da Ufba foi procurada, mas, até o momento, não se posicionou sobre o assunto. 

Insegurança
No dia 11 de maio deste ano, um mototaxista foi morto a tiros no estacionamento da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal da Bahia (Ufba), na Federação. O crime aconteceu após uma perseguição, que começou no meio da Rua Aristides Novis e terminou no interior da instituição.

Após o crime, um casal foi preso acusado de matar o mototaxista. Eles disseram à polícia que a intenção era roubar o dinheiro de uma rifa que o mototaxista fazia e que escolheram o campus da universidade por ser um local deserto. Na época, a Ufba chegou a suspender as aulas.

Em março deste ano, um grupo armado rendeu os vigilantes do Instituto de Ciência e Saúde (ICS) da Universidade Federal da Bahia (Ufba), no Vale do Canela. Os criminosos conseguiram acessar um terminal bancário que funcionava dentro da unidade, além de equipamentos de audiovisual. Os assaltantes ainda conseguiram levar três data-show (projetores de imagem) e três televisores que estavam em salas da unidade.(Correio)
SÃO DOMINGOS:  Imagem errada de santo padroeiro em praça vira motivo de críticas e risadas
Os moradores do município de São Domingos localizado a cerca de 134 Km de Feira de Santana estão felizes com a reforma da praça da matriz da cidade e com a oportunidade de um espaço renovado para as conversas nos fins de tarde, encontro com os amigos e brincadeiras das crianças.

No entanto, eles não esperavam que uma simples reforma poderia se tornar em um grande burburinho e em um dos assuntos mais comentados na cidade desde a última segunda-feira (17). O fato inusitado e muito questionado pela população foi o episódio da troca do santo padroeiro da cidade. Ao invés do santo São Domingos de Gusmão foi colocado na reforma da praça da cidade a imagem de outro santo que a população supõe que seja São Gonçalo.

Assim que foi identificado o erro e que o assunto repercutiu nas redes sociais e no município, o santo “sem identidade” foi retirado da praça da matriz. O padre Aroldo dos Santos Carneiro comentou sobre o fato em entrevista ao Acorda Cidade e lamentou que a paróquia local não foi consultada sobre a colocação da imagem do santo na praça.

“Houve um projeto de alguns anos atrás na cidade de São Domingos para a construção da nova praça da Matriz. Porém, durante o planejamento e execução da obra, não me procuraram para que eu pudesse dar uma sugestão ou opinião. Eu fiquei sabendo que seria colocada a imagem do padroeiro da cidade na praça na segunda-feira . Quando a imagem foi colocada eu observei que o santo não era o nosso padroeiro São Domingos de Gusmão. Era outro santo, outra imagem. Aí então eu procurei o prefeito atual e falei da situação”, afirmou.

Apesar de achar a situação engraçada pela forma que circulou no município e pelas inúmeras piadas que foram criadas, padre Aroldo lamentou o fato e disse que fica triste com esse tipo de acontecimento.

“Fiquei triste com a situação. Pelo fato de não consultarem a igreja e também pela falta de diálogo com a comunidade e organização do projeto. Isso demonstra que é preciso repensar a cidade, reorganizar melhor e realizar o trabalho de gestão municipal com o apoio da comunidade. Essa é uma realidade geral do país e infelizmente gera tristeza e decepção. Observamos isso de forma geral em obras públicas municipais, estaduais e nacionais e no destino que é dado aos impostos que pagamos”, declarou.

Em relação a imagem do santo que foi colocada na praça o padre salientou que acredita que ela foi confeccionada de forma errada. As pessoas comentam que seria São Gonçalo, mas ainda assim as semelhanças com esse santo não são tantas assim.

“Na verdade fizeram a imagem errada. O povo que ficou comentando é santo tal, é São Gonçalo. Eu só sei que o santo só não é São Domingos”, finalizou.(Acorda Cidade)
SALVADOR: Dia D da vacinação contra febre amarela será no dia 29
Quem ainda não se vacinou contra a febre amarela em Salvador terá mais uma oportunidade para fazer isso no Dia D de vacinação contra a doença, no próximo dia 29. O mutirão será promovido pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) com o objetivo de ampliar a imunização dos moradores da cidade, além de fortalecer o bloqueio da febre amarela. 

De acordo com a SMS, 381 mil pessoas foram vacinadas em Salvador, mas 1,4 milhão de pessoas ainda precisam ser imunizadas, embora o município não tenha registrado nenhum caso suspeito em humanos. 

"Nos meses de março e abril, tivemos episódios de macacos identificados com febre amarela no perímetro urbano e essa informação gerou uma grande procura pela vacina nos postos de saúde. No entanto, passado esse período, as pessoas deixaram de buscar os serviços para imunização. Por esse motivo, vamos promover um Dia D para ampliar o acesso às doses e, consequentemente, aumentar a cobertura vacinal", justificou a diretora geral de Vigilância à Saúde da SMS, Geruza Morais.

Mesmo com o Dia D, a vacinação continua sendo oferecida na rede municipal, sempre de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8 às 17 horas, em todas 126 salas de vacina dos postos de saúde.

A imunização consiste em uma dose única para todos com idades entre 9 meses e 59 anos. De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos acima dos 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças de até seis meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas. Para esses grupos, a orientação é que a pessoa busque ajuda médica, para avaliar o benefício e o risco da vacinação, levando em conta o risco de eventos adversos.

Captura de macacos
Nesta semana, três macacos (dois mortos e um vivo) foram capturados pelas equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) na região de Sussuarana. As amostras recolhidas foram encaminhadas para análise laboratorial para realização de exames de detecção da febre amarela. Após a identificação dos macacos com suspeita do agravo, equipes do CCZ são destacadas de imediato para os locais onde os bichos foram encontrados. Assim, realizam o bloqueio espacial com borrifação de inseticida com o intuito de eliminar possíveis mosquitos infectados.

"Ficamos praticamente dois meses sem novas identificações de primatas mortos ou aparentemente doentes em perímetro urbano. Na segunda e na terça-feira, identificamos mais três animais na área de Sussuarana. Independentemente do resultado laboratorial, já enviamos agentes de endemias para aplicação de inseticida no entorno da localidade onde os animais foram achados. A estratégia visa reduzir as chances de vetores infectados circular, acabando assim com a cadeia cíclica da doença", afirmou Geruza.

Desde março, 169 macacos foram capturados em Salvador. Desse total, dez tiveram resultado positivo para febre amarela – foram identificados em primatas capturados nos bairros de Ilha Amarela, São Tomé de Paripe, Vila Laura, Boca do Rio, Cajazeiras III, Nova Brasília, Itapuã e Itaigara (três casos).


Mosquito haemagogus 
Na segunda-feira, equipes de Vigilância à Saúde da SMS iniciaram ações de controle vetorial e vacinação no bairro do Cassange. Lá, foi confirmada a presença do mosquito haemagogus - vetor responsável pela transmissão da febre amarela em região de mata. 

A mobilização incluiu a inspeção de agentes de endemias nas residências para identificação e eliminação com aplicação de larvicida dos focos do mosquito, bem como a imunização dos moradores através de visitação casa a casa. 

"Até o final dessa semana, finalizaremos a inspeção de todos os domicílios e a imunização dos moradores da comunidade do Cassange. É uma localidade com grande quantitativo de Mata Atlântica e com identificação positiva para o vetor que realiza a transmissão silvestre da doença. O nosso intuito é finalizar o mais rápido possível a vacinação dos moradores e o bloqueio focal em todas as casas para evitar a transmissão em humanos", explicou Geruza.

Apesar isso, a gestora destacou que não foram registradas ocorrências da patologia em humanos no município. "Um dos transmissores da doença é o mosquito Aedes aegypti, um velho conhecido nosso que também é causador da dengue, zika e chikungunya, e a melhor forma de evitar o avanço das arboviroses é combatê-lo", finalizou. 

O cidadão que encontrar um macaco morto ou com comportamento estranho pode entrar em contato com o CCZ através do telefone 3611-7330 ou 3611-7331.
NAZARÉ DAS FARINHAS:  Acusados de tráfico são presos
Na manhã de terça-feira (18/07), policiais militares prenderam três acusados de envolvimento com o tráfico de drogas em Nazaré das Farinhas. Durante a operação ‘Nazaré em Paz’, os policiais avistaram um veículo e deram ordem de parada, mas o condutor empreendeu fuga sendo alcançado na Rua Antônio Justino.

Segundo o 14º BPM, no veículo estavam Vagner Costa dos Santos, 22 anos; Isaías Teixeira da Silva, 26 anos e o menor de iniciais L.J.C., 17 anos. Vagner tentou fugir com uma sacola contendo 258 embalagens plásticas de uma substância aparentando ser maconha e 61 embalagens de substância aparentando ser cocaína, além da quantia de R$ 94,00 e um aparelho de celular.

Todos os três foram apresentados na delegacia local para adoção de medidas cabíveis. O Fiat Pálio, placa OLP-0572, licença de Nazaré, encontrado com os acusados, era usado para transportar drogas de integrantes da facção katiara. (Editado por Tribuna do Recôncavo)
SANTO ANTÔNIO DE JESUS:  Seleção de Futsal é vice-campeã da Taça Estado da Bahia
A equipe masculina de futsal de Santo Antônio de Jesus sagrou-se vice-campeã do XXV Torneio Aberto Taça Estado da Bahia de Futsal no último domingo (16). Disputando a final contra o time da cidade de Sento Sé, os jogadores trouxeram para casa o troféu de segundo colocado, destacando a cidade no pódio da competição.

Nos jogos que antecederam a final, a seleção de SAJ empatou com o Leônidas/Adelba de Salvador por 4×4. No jogo seguinte, venceu a equipe de Iguaí por 4 3, garantindo o lugar na etapa final.

Contando com o apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Esportes e Lazer, a equipe agora se prepara para futuras competições e almeja alçar voos mais altos, com participação em competições regionais e nacionais. (ASCOM)
SALVADOR: Dois homens morrem em confronto com policiais militares em Cosme de Farias
Dois homens, que não foram identificados, morreram e outros dois ficaram feridos na madrugada desta quarta-feira (19) durante ação de policiais militares na Rua Antônio Viana, na localidade da Baixa do Tubo, em Cosme de Farias.
Os quatro foram levados para o Hospital Geral do Estado (HGE) mas dois já chegaram sem vida. Um deles, de aproximadamente 20 anos, foi atingido por tiros no abdômen e lombar. O outro, com aproximadamente 25 anos, foi ferido com um tiro no abdômen. 

Em nota, a Polícia Militar (PM) informou que ocorreram dois confrontos na região por volta das 3h desta quarta, depois que equipes da 58ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Luís Anselmo) receberam informações, por meio do Centro Integrado de Comunicação (Cicom), de que oito indivíduos estavam circulando na região com armas e atirando. 

“Equipes da PM cercaram a região, onde houve intensa troca de tiros, e um dos criminosos foi atingido. A PM o socorreu de imediato para o Hospital Geral do Estado (HGE), porém ele não resistiu aos ferimentos. No mesmo local, com o apoio da Companhia Independente de policiamento Tático (CIPT)/Rondesp Atlântico houve confronto com outros criminosos e um homem, conhecido como Arraia foi ferido e levado para o HGE, onde morreu. Outros dois criminosos foram presos na ação”, destacou a PM, em nota.

A PM informou ainda que com o grupo foram apreendidas duas armas de fogo (revólver calibre 38 e uma pistola calibre 380), dois carregadores calibre 380, uma munição ponto 40, 16 munições calibre 12, duas munições deflagradas calibre 12, 11 munições intactas calibre 380, 77 munições calibre 38, dois celulares, seis balaclavas, embalagens para armazenamento de drogas, maconha, uma cartela de munição calibre 38 vazia e um relógio. 
Alisson Carlos da Silva Lopes, 19, e Carlos Eduardo Soares dos Santos, o Nem, 20, ficaram feridos respectivamente com cortes no pé e na mão. Eles foram levados para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Testemunhas do caso estão sendo ouvidas. 

Na rua onde aconteceu os confrontos moradores preferiram não falar sobre o assunto. Uma moradora, que preferiu não se identificar, ressaltou apenas que os homens que foram mortos e foram presos não eram moradores da região.(Correio)
FEIRA DE SANTANA: Idosa reforma e doa bonecas para crianças carentes
A casa de Dona Luiza Morais Pires tem um encanto diferente e uma luz própria. Sua recepção carinhosa e seu abraço caloroso demonstram a força e a energia dos seus 84 anos de idade e já fazem o visitante se sentir em casa e muito confortável.

Fomos em busca da sua história, saber sobre sua vida, seu trabalho voluntário de reformar bonecas e doar para crianças carentes e acabamos sendo presenteados com um lindo exemplo de vida, solidariedade e amor ao próximo. Muito lúcida e atenta, ela revelou aos poucos o seu universo mágico das bonecas, os detalhes que são feitos por suas mãozinhas de pele fina e todos os sentimentos bons que carrega em seu coração.

Há cinco anos Dona Luiza decidiu começar a consertar bonecas para doar para crianças carentes e de lá pra cá já passaram por suas mãos cerca de 600 bonecas de todos os tipos. Com seis filhos, dez netos e uma bisneta ela conta que sempre atuou em campanhas de doação de cobertores, travesseiros e certo dia recebeu de uma vizinha um travesseiro para reformar e também duas bonecas velhas.

“Quando essas bonecas chegaram aqui estavam muito feias e velhas. Estavam todas sujas e aí eu pensei: Deixa eu dar uma arrumadinha nelas. Depois que eu costurei e arrumei, entreguei para um amigo que doou para menininhas carentes. De lá para cá não pararam de chegar bonecas eu já recebi muitas doações de vários pessoas e de vários lugares”, disse.

O trabalho de recuperação

Dona Luiza explica que o trabalho de reforma das bonecas exige muita paciência e também tudo é feito nos pequenos detalhes. A maioria das bonecas chega a sua casa praticamente destroçada e há muitos passos até chegar ao resultado final.
Tudo começa com a lavagem da boneca com bastante sabão e alvejante. Tem que esfregar muito e ficar de molho para que fiquem bem limpinhas. Depois vem a lavagem do cabelo com xampu e o truque do amaciante para que os cabelos fiquem macios. Assim elas são colocadas para secar e depois de enxutas começa o processo de costura e arrumação. Mesmo com a visão um pouco cansada e já acometida por um glaucoma, Dona Luiza parte para a máquina de costura e refaz todo o corpinho das bonecas que tem o enchimento de tecido. Aí começa a confecção das roupas e o trabalho de acabamento final. Com muito empenho logo as bonecas vão adquirindo identidade e aumentando a coleção.

“Muitas chegam aqui muito acabadas e com o cabelo todo embaraçado. Eu lavo e coloco amaciante no cabelo.Depois desse trabalho de limpeza das bonecas eu vou costurar as roupinhas. Faço as saias, blusas e vestidos em tricot e coloco os acabamentos com rendas e fitas. Faço os sapatinhos também, coloco os laços no cabelo, brincos, pinto as unhas e de repente todas estão lindas e novinhas. Também costuro calcinhas para todas. Elas são chiques, viu?”, enfatiza

Infância de muitas brincadeiras
Conversando sobre as bonecas Dona Luiza relembra também fatos da sua infância e fala com muita alegria e saudade que foi uma criança que brincou muito e também teve a oportunidade de ter algumas bonecas. Quando menina, depois que soltava, colocava palhas para as vacas e varria o curral da propriedade da família, sua distração era pegar a caixa de bonecas e assim brincar muito durante muitas tardes.

“Eu adorava brincar. Eu me empenhava a semana inteira nos estudos e nas atividades da casa para que meus pais deixassem que eu no domingo pudesse brincar com uma amiga que morava próximo. Eu soltava as vacas correndo e ia logo pegar minha caixa de bonecas”, recorda.

Doação
Todas as bonecas recuperadas por Dona Luiza são reunidas para doação em dois períodos do ano. Antes do Dia das Crianças e antes do Natal. O objetivo segundo ela é proporcionar alegria para as crianças que não têm oportunidade nem condições financeiras de ter brinquedos. Ela já participou de alguns momentos de entrega das bonecas e fala que a sensação é de muita emoção. Além de crianças, muitas idosas que nunca brincaram na vida pedem uma bonequinha a Dona Luiza, e o pedido segundo ela não pode ser recusado em hipótese alguma.

“Eu vou recuperando as bonecas e juntando para entregar as crianças de creches e orfanatos no período do Dia das Crianças e do Natal. Na minha porta também chega muita criança pedindo uma boneca e eu sempre dou. No posto de saúde também, que fica aqui em frente, no dia que tem pediatra vem muita criança e eu vou lá levar. É uma emoção muito grande e eu me sinto realizada em ver uma menina brincar com uma boneca dessas. Um dia, uma senhora que é mais velha que eu e que nunca brincou de boneca quando era menina me pediu uma boneca e eu mandei. É uma alegria tão grande que eu não tenho nem palavras para explicar”, ressalta.

Momentos difíceis longe das bonecas
Só algo muito sério pode separar Dona Luiza do seu trabalho com as bonecas. Ela explica que sempre conversa com todas e as enxerga como as suas companheiras de vida e de caminhada. “Eu sempre estou com elas e não sossego enquanto tem boneca para consertar. Às vezes eu me pego sem querer conversando com elas e até pergunto e aí: Você gostou da roupinha que eu fiz? Elas são minhas amiguinhas estão comigo em todos os momentos”, acrescenta.

No entanto, no final do ano passado, um grande susto fez Dona Luíza interromper o seu trabalho de reforma das bonecas. Diagnosticada com uma infecção grave ela ficou internada por 41 dias em Salvador e assim teve que deixar para trás as suas amigas para cuidar da saúde. A família que nunca viu Dona Luiza se abater com as adversidades ficou muito apreensiva e todos se uniram em correntes de orações e boas energias para que sua saúde fosse restabelecida.

“Eu estive muito doente no final do ano passado. Eu tinha febre que não passava, fiquei internada e fui para UTI. Fiquei com muitas saudades das minhas bonecas e até achei que eu não ia mais consertar nenhuma. Mas, minha força veio de Deus e da vontade de continuar meu trabalho. Tem uma bonequinha dessas que meus filhos levaram para o hospital e ela ficou comigo enquanto eu estive internada. Ela é minha companheira e vive em minha cama. Essa é a única que eu não doei. Minha filha pediu que eu não a colocasse para doação e ela está aqui comigo me ajudando”, observa.

Após receber alta do hospital e voltar para a casa a grande alegria foi rever os familiares e também suas pequenas companheiras. O período de recuperação foi lento e em seguida lhe bateu um desânimo. Não conseguia reformar as bonecas e por vários dias as olhava sem coragem de começar o trabalho.

“Minha família dizia assim: Luiza só vai estar boa quando pegar nas bonecas. Pois eu ficava olhando para as bonecas, olhava, olhava e não tinha coragem de fazer nada. Estava ainda com as mãos duras e quando foi um dia eu disse assim: Olha, quer saber de uma coisa, é hoje que eu vou costurar minhas bonecas. Aí eu fui liguei a máquina e comecei. Hoje já estou fazendo direitinho”, afirma.

Todos na corrente do bem
O exemplo de Dona Luiza e contagia quem está por perto dela. Seu incentivo em ter solidariedade e ajudar ao próximo foi passado para os filhos, netos e também para a bisneta Duda de seis anos. Toda a família é engajada em campanhas solidárias e sobre a importância de estender a mão a quem precisa. Ela tem um filho que mora no Maranhão que trabalha de forma voluntária com reciclagem de objetos doar para famílias que precisam. Uma filha que mora na Bahia também é voluntária em um grupo de doadores de medula óssea e assim a corrente do bem a cada dia vai agregando mais familiares e amigos.

A pequena Duda adora visitar a casa da bisavó Luiza e sabe que todas as bonecas que estão ali têm um destino muito importante na vida de crianças carentes.
“Ela vem sempre aqui e também brinca com as bonecas. Mas, já sabe que elas são para doar e fazer a alegria de menininhas que muitas vezes não tem oportunidade de brincar”, diz Dona Luiza.

Já Roberta Pires, que é neta da “super reformadora” de bonecas e mãe de Duda, comenta que a história da avó representa para ela muito amor e muita luz.

“Minha vó é um ser iluminado. Ela é muito preciosa. Não só por fazer o bem, mas por fazer parte de nossas vidas. Ela é nossa jóia”, diz emocionada.

Além da família, Dona Luiza também conta com a ajuda de algumas amigas para fazer as roupinhas e arrumar os cabelos das bonecas. Os filhos também ajudam na compra dos materiais como fitas, linhas e tecidos.

Dia a dia com as bonecas

A rotina de Dona Luiza começa bem cedo com as bonecas e para as bonecas. Diabética, ela já acorda medindo a glicemia, se alimentando de forma regrada e tomando os seus medicamentos. Depois disso começa a trabalhar e assim vai se passando o seu dia. Com problemas ósseos e algumas limitações, frutos de uma fratura há anos atrás de uma vértebra na coluna, nada lhe abate e Dona Luiza não para quieta.

Além da mente lúcida e ativa ela faz questão de mostrar sua flexibilidade levantando seguidas vezes do sofá e explica que o a fisioterapia tem lhe ajudado muito. Duas vezes por semana um fisioterapeuta vai à sua casa para realizar diversos exercícios e como aluna aplicada e determinada que é, ela faz questão de seguir tudo bem certinho.

Para maior segurança e no intuito de evitar quedas a casa de Dona Luiza é adaptada com diversos equipamentos de acessibilidade e há também a presença de uma senhora que é sua acompanhante, lhe ajuda a realizar as tarefas diárias e volta e meia também é sua assistente no trabalho com as bonecas.

“Tem uma moça que mora comigo. Ele me ajuda muito em tudo e muitas vezes quando eu preciso costurar e não estou enxergando para colocar a linha ela vai e coloca pra mim. É uma unha de boneca para pintar, um brinco para colocar, tudo ela me ajuda. Meus filhos e netos também estão sempre por aqui e eu também vou muito à casa delas. Gosto daqui, aqui é o meu cantinho que eu moro há mais de 20 anos”, salienta.

O lelê da Luiza

Com tantas histórias, o tempo na casa de Dona Luiza passa rápido. A conversa é muito prazerosa e ela faz questão que seja regada a bolo e doces feitos por suas mãos. Não dá pra sair de lá sem experimentar o doce caseiro de jaca, nem o doce de abacaxi. Esses são especialmente feitos para as visitas e há também o bolinho light de banana, aveia e canela. Tudo muito gostoso, com sabor de abraço e carinho de vó.

E como se não bastasse tanto encantamento, Dona Luiza conta que todos os anos, na última semana se setembro todos aqueles que de alguma forma colaboram com o seu projeto de recuperação das bonecas são convidados para participar do “Lelê da Luiza”. Neste evento, acontece a festa das bonecas antes de saírem para a doação do Dia das Crianças e todos os amigos e familiares participam da confraternização que é regada a lelê de fubá milho, mingaus e outras delícias feitas pelas mãos ainda muito firmes e fortes de Luiza.

Sobre solidariedade ela opina e afirma que as pessoas precisam se sensibilizar mais com as questões e necessidades do próximo e começar a fazer coisas boas.

“Vejo muita gente por aí que não faz nada por ninguém. Se as pessoas se unissem mais em prol das outras com certeza ficariam mais fortes e solidárias”, reflete.

Mesmo pequenina e com as limitações na idade Dona Luiza é muito contundente em suas opiniões e determinada na forma de agir. Assim como seu nome, ela é luz, é cheia de glória e mostra que força e luta não tem idade. Qualquer um pode também começar ajudar ao próximo agora e já.

Para doar bonecas para Dona Luiza entre em contato pelo telefone: (75) 991339870.(Acorda Cidade)
CACHOEIRA:Polícia descobre acampamento de traficante, mas acusado e comparsas conseguem fugir; houve intensa troca de tiros
Ainda não foi desta vez, mas faltou muito pouco para o Jorge Cardoso dos Santos 24 anos, conhecido Jorjão fosse recapturado pela Polícia Civil. Segundo a polícia, Jorjão é foragido da Cadeia Pública de Salvador. Acusado de homicídios, tráfico de drogas e organização criminosa.
 Líder do tráfico da Ladeira da Cadeia, bairro periférico de Cachoeira, jorjão e comparsas foram surpreendidos numa operação da Polícia Civil ocorrida na madrugada desta quarta-feira (19) na cidade de Cachoeira no Recôncavo baiano. 

Os investigadores locais com apoio do Departamento de Polícia do Interior realizaram incursões em área de vegetação ao redor do bairro mas o acusado e sua quadrilha conseguiram fugir. 

De acordo com delegado Dr.Eduardo Coutinho houve uma intensa troca de tiros, mas os suspeitos fugiram por local de difícil acesso na vegetação. Ainda conforme a polícia, os bandidos deixaram pra trás armas e drogas, além de uma barraca autoportante, utilizada por campistas. 

O produto provávelmente servia para Jorjão passar as noites, longe dos holofotes policiais. De acordo Dr. Eduardo as operações irão continuar com objetivo de prender o foragido Jorjão em Cachoeira quanto o procurado pela Justiça Gilson dos Santos Goncalves 27 anos - Gil Gatinho - em São Félix. Todo material apreendido foi recolhido ao cartório da Delegacia. Confira as fotos:
(Voz da Bahia)
 
FEIRA DE SANTANA: Estudantes aprendem Matemática em aulas no Mercado das Artes e em feiras livres
Já pensou olhar para peças de um museu e perceber a Matemática? E que tal ver a Matemática em monumentos espalhados pela cidade? Os estudantes do Colégio Estadual Juiz Jorge Farias Góes, localizado em Feira de Santana, a 108 km de Salvador, na região Centro Norte do Estado, estão percebendo, por meio do projeto “Matemática em toda parte”, que é possível aprender a disciplina de forma lúdica e divertida. Para tanto, estão participando de aulas de campo em diferentes locais da cidade, como o Mercado das Artes, o Museu, Bibliotecas e até em feiras livres.

A professora de Matemática, Maria do Carmo Ferreira, é a idealizadora do projeto e explica porque esta experiência torna o processo de ensino e aprendizado dos estudantes mais fácil. “A minha intenção com as visitas é que eles percebam que em tudo no nosso cotidiano envolve Matemática. Mostrei exemplos nas obras, nos preços dos produtos na feira, nos cálculos de porcentagem nas lojas e nas datas. Às vezes, a gente passa despercebido, mas tem Matemática em tudo”, explica.

A estudante Emilly Kelly Fonseca Fiuza, 16 anos, conta que gosta muito de comprar sapatos e que depois destas aulas de campo, nunca mais entrará em uma loja sem prestar atenção nos números, principalmente no que se refere à aos percentuais dos descontos. “Eu achei a atividade interessante, porque percebemos que em nosso cotidiano são encontradas várias formas da Matemática. Até em uma simples compra de um sapato está a Matemática, seja no preço, no cálculo para ganhar desconto e até no prazo para pagamento, se a compra for a prazo”, comenta.
Para seu colega, Marlon de Jesus Oliveira, 18 anos, atividades de campo como estas ajudam o estudante a sair da rotina, incentivam a pesquisa e melhoram o aprendizado. “Além do aprendizado, o passeio com a turma é muito bom. O que mais me identifiquei com a Matemática foi na visita à biblioteca, quando estudamos sobre o tempo histórico das obras e a importância das datas em que foram publicados os livros”, relata.

Como desdobramento das aulas de campo, os estudantes estão fazendo um registro fotográfico que será exposto na Feira de Conhecimento da unidade escolar.(Acorda Cidade)